Noticias

Noticias e novidades da tecnologia.

Benefícios da Energia Solar na Agricultura

A energia solar na agricultura tem exercido papel importante para a redução do impacto ambiental pelo mundo. Sem falar nos seus benefícios em garantir economia ao produtor rural por diminuir em até 90% os gastos com eletricidade. Nos últimos anos, painéis fotovoltaicos tiveram uma queda de preço, o que motivou um crescente investimento na adoção deste tipo de sistema. O número de instalações contendo painéis solares em propriedades rurais no Brasil ainda é baixo, porém com o disparo cada vez mais comum do preço da energia elétrica, a expectativa é que o agricultor passe a olhar com bons olhos a oportunidade de migrar para um sistema movido a energia solar. Por ser gratuita e abundante, a energia solar atrai atenção para qualquer alternativa mais barata e eficaz de implantar na produção agrícola. O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) acaba sendo uma das soluções encontradas pelo pequeno produtor na busca pelo financiamento de um sistema inovador como esse. Para acabar com as dúvidas de uma vez por todas, saiba quais os benefícios da energia solar na agricultura! Garante autonomia ao produtor Ao trabalhar com a energia solar na agricultura, o produtor fica livre da dependência por outras fontes não renováveis. Isto também é fundamental para a qualidade de vida de moradores de regiões que contam com estruturas precárias de sistema elétrico e até mesmo da ausência deste. Atualmente os diferentes tipos de instalações com painéis fotovoltaicos permitem o armazenamento por bateria ou a conversão em créditos por conta dos excedentes de energia. Desta forma há a garantia de operação em ocasiões onde a falta de claridade irá existir. Fortalece a agricultura de precisão Ao reduzir os custos com eletricidade, o produtor rural verá motivação para aumentar a presença dos sistemas de energia solar na sua propriedade, trazendo assim a filosofia sustentável para meios mais tecnológicos. Um exemplo é o modo como a agricultura de precisão tem se beneficiado com as diversas formas de trabalho envolvendo a energia solar. É possível ver agricultores automatizando a comunicação da propriedade rural a partir da telemetria, fortalecendo o monitoramento de dados e deixando a tomada de decisões mais eficaz. Permite uma irrigação mais barata Diversos projetos de irrigação contam com um alto custo de manutenção por conta do bombeamento de água que convencionalmente utiliza energia elétrica para o pleno funcionamento. Produtores rurais têm adotado em suas propriedades sistemas de irrigação por energia solar como forma de aproveitar a alta incidência dos raios solares e baixo custo da manutenção. Ao aliar o kit de irrigação solar com a funcionalidade de um poço artesiano, o agricultor pode dar início a uma das mais inovadoras soluções de irrigação que vêm conquistando adeptos, principalmente, no Nordeste. Provém economia na dessalinização Durante a perfuração de poços artesianos é comum encontrar grande quantidade de águas salinas. Desta forma, cabe recorrer à dessalinização que pode hoje ser movida por energia solar garantindo maior economia em todo o processo. A prática é importante não só para o consumo humano, mas também para beneficiar outras atividades produtivas. Isto porque os rejeitos salinos oriundos da filtragem podem ser aproveitados, por exemplo, em piscinas de criação de tilápia. É importante estar atento a essas alternativas, pois os rejeitos salinos podem causar prejuízos ao solo, portanto, quanto mais opções de diminuir o impacto ambiental existirem, melhor. O número de fabricantes nacionais de sistemas à base de energia solar vem aumentando no Brasil. A expectativa com isto é que os preços caiam ainda mais, gerando maior demanda por parte do produtor. Além dos exemplos citados, existem outros casos em que a utilização de um equipamento com painéis fotovoltaicos pode gerar benefícios, como por exemplo o resfriamento de alimentos e a instalação de cercas elétricas para o manejo adequado de gado, este uma alternativa na pecuária. A energia solar na agricultura é uma realidade que chama atenção pelo potencial econômico, eficaz e sustentável. Geradores movidos a combustíveis fósseis perdem espaço para essa tecnologia que utiliza recursos abundantes no meio ambiente. Por mais que utilizemos a palavra “alternativa”, no Brasil a energia solar acaba sendo para muitas famílias a única possibilidade existente de gerar uma produção agrícola rica. Ficou curioso para saber mais? Então entre em contato com um de nossos representantes

IPTU VERDE

Recentemente foi aprovado pela Câmara Municipal de Catanduva a lei denominada "IPTU VERDE". Essa lei visa dar desconto no IPTU para quem adota medidas que buscam preservar o meio ambiente. Agora, além de gerar economia de até 90% em sua conta de energia, o sistema fotovoltaico ainda datá descontos em seu IPTU. Não vacile. Entre em contato com nossa equipe e conheça mais benefícios desse sistema.

Conta de energia elétrica terá reajuste de 7,03% em São Paulo

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou a revisão tarifária da Enel Distribuição São Paulo, que entrará em vigor na quinta-feira (4). O reajuste médio foi de 7,03%. Para os consumidores de baixa tensão, como os clientes residencias, o percentual foi de 6,48%. Já para os atendidos em média e alta tensão, em geral indústrias e grandes comércios, o reajuste foi de 8,46%. De acordo com a Enel, a revisão tarifária ocorre a cada quatro anos, conforme estabelecido no contrato de concessão tem como objetivo preservar o equilíbrio econômico da companhia. O principal fator que influenciou a revisão deste ano foi o aumento do custo com a aquisição de energia, que representa 34% da composição tarifária. A compra de energia foi impactada pelos elevados custos da geração de energia térmica no Brasil, uma vez que o nível dos reservatórios das hidrelétricas estiveram baixos nos últimos anos, além da elevação do custo de energia da Usina Hidrelétrica de Itaipu, em função do aumento da variação cambial em relação ao dólar. Com a revisão tarifária deste ano, uma conta de energia no valor de R$ 100, apenas R$ 17 são destinados à distribuidora e utilizados para operação, expansão e manutenção da rede de energia elétrica. O restante do valor, segundo a distribuidora, é destinado a cobrir os custos de transmissão, compra de energia, encargos setoriais e impostos, que não ficam com a distribuidora. A Enel afirmou que, no período de 2015 a 2018, a empresa investiu mais de R$ 3,8 bilhões, na melhoria da rede de distribuição. Esses investimentos, segundo a empresa, contribuiram para a melhoria dos indicadores operacionais da distribuidora.

Regulação dos Serviços de Geração

RN 687 - Higlights Energia injetada na rede transforma-se em créditos em kWh; 5 anos para utilização dos créditos; Valor pago é a diferença entre injetado x consumido; Excedentes podem ser compensados em outro local * Mesmo CPF / CNPJ e Mesma companhia de distribuição

ENTRE EM CONTATO

Informações de Contato

Rua Teresina, 431, Centro
Catanduva - SP
contato@hold.inf.br www.hold.inf.br